Uma lista das melhores músicas de todos os tempos será sempre influenciada pelo critério subjetivo de quem está selecionando. Uma avaliação mais imparcial deve ter em conta a influência que várias músicas tiveram não só nas suas épocas mas também para as gerações futuras. Assim, ainda não é hora de colocar “Gangnam Style” nas melhores canções de todos os tempos; deixaremos essa tarefa para o futuro. No presente, mesmo sabendo que estamos a reduzir-nos à influência da cultura anglo-saxônica, nossas escolhas são as seguintes:

Imagine, John Lennon

Já trabalhando a solo, o ex-Beatle deixou um magnífico hino em torno de uma utopia de paz e amor, que continua inspirando milhões até hoje.

Bohemian Rhapsody, Queen

Esta música dos Queen merece o seu lugar por ser uma das mais complexas e longas a conseguir se tornar um grande êxito mundial. Se a ciência diz que a música pop deve ser fácil de entender e memorizar, curta e leve, Freedie Mercury e a sua turma criaram a excepção a essa regra.

Redemption Song, Bob Marley

Talvez não seja a música mais conhecida de Bob Marley, mas é das que melhor faz a síntese de toda a sua carreira e a sua influência na música: a mensagem de paz, de liberdade e também de combate político sobre a injustiça e a opressão.

Life on Mars, David Bowie

O “camaleão do rock” deixou uma obra rica e intensa e teve uma importância por vezes esquecida em nossos dias: ele foi o artista preferido de todos nossos artistas preferidos. “Life on Mars” é uma de suas maiores criações.

What a Wonderful World, Louis Armstrong

Se John Lennon sonhava com uma utopia no futuro, a voz de Louis Armstrong convida-nos, até hoje, a ver o melhor no mundo que já temos.

Dancing Queen, ABBA

Os críticos de música discABBA-_The_Museumordariam da colocação de uma música tão simples nessa lista. Mas quem conhece História consegue imaginar a posição que Dancing Queen tem no trabalho dos ABBA e por sua vez do grupo sueco na evolução da música pop.