Novas canções

A indústria musical não para, e por todo o globo artistas famosos e desconhecidos se entregam ao trabalho para dar a conhecer novas músicas e novas canções a um público que está ansiando pela novidade. Para alguns, as exigências da profissão se tornam o próprio tema de suas músicas e sua inspiração; foi o que aconteceu com um dos “hits” mais recentes dos Twenty-One Pilots.Justin_Bieber_mugshot,_front

  • “Love Yourself”, Justin Bieber: o canadense já é mais jovem adulto que adolescente, mas o seu estilo romântico ainda não sofreu grandes transformações. Numa ótica comercial, nem precisa, pois segue como uma das grandes superestrelas do momento. E ele também tem a música “Sorry” entre as mais ouvidas da atualidade.
  • Work, Rihanna feat. Drake: o álbum “Anti” recebeu algumas críticas negativas, mas o seu single de lançamento conseguiu o sucesso habitual da cantora “bajan”, liderando os tops a nível internacional.
  • “Pillowtalk”, Zayn: todo o mundo aguardava que o ex-One Direction capitalizasse a sua fama e a curiosidade dos fãs em conhecer o seu novo trabalho a solo. Mas “Pillowtalk” já demonstra que Zayn Malik quer fazer um caminho diferente e ir além de ser “o ex-One Direction que agora canta sozinho; no novo single, ele mostra como domina o R&B moderno e poderá afirmar-se.
  • “Stressed Out”, Twenty-One Pilots: o duo alternativo do hip hop lamenta a simplicidade da infância perdida e revela que a dureza da indústria musical provoca stress. Foi a receita para um sucesso desse ano.
  • “Me, Myself & I”, G-Eazy and Bebe Rexh: cruzando o rap com o pop mais habitual, o rapper e a vocalista podem estar a começar uma carreira sólida na música.
  • “My House”, Flo Rida: o êxito do rapper vindo do estado americano da Florida (como seu nome artístico indica) é uma prova do sucesso comercial da música atual, algo que pareceria chocante ao Nirvana e aos rappers mais puristas. “My House” foi utilizado pela WWE e pela Pizza Hut em suas estratégias de marketing.